6.22.2009

Roteiro recomendado em Delhi. 21/jun. Dia dos pais.

Se gosto da Índia? Depende de quando. Morar aqui tem sido uma experiência de altos e baixos. Altos bem altos e baixos bastante baixos. Sem meio termo. Espero que, ao final, como um dia me disse um gerente em um lugar onde trabalhei, os momentos de felicidade sejam o suficiente para relevar a importância dos demais.




Hoje foi o dia mais quente, 43 graus. E o dia em que mais andei pela cidade. Galen M., colega de mestrado a caminho do Nepal, nos brindou com uma visita.
Seguimos rumo ao Old Fort, também chamado de Purana Qila, um dos monumentos mais antigos da cidade, construído em 1538. Ao chegar, depois de um pneu furado, sente na grama, aproveite a sombra das árvores, ouça os pássaros, escute o silêncio (preciosidade).
Em seguida, vá almoçar no Bangla Sahib Gurdwara, o maior templo sikh de Déli, onde homens e mulheres ajoelham-se ao redor de um enorme trono de ouro que guarda o livro sagrado do siquismo (sikhism), o Guru Granth Sahib. Diferentemente do hinduísmo, ninguém pede dinheiro aos visitantes. A exemplo do islamismo, não há veneração a imagens. Comida é distribuída aos fiéis, que ajudam na cozinha. Passei cerca de meia hora lavando pratos. Escolha alguma forma de ajudar. No pátio, à sombra de três cúpulas de ouro refletidas em um grande tanque-d'água, crianças brincam, adultos banham-se e oram. Durante todo o dia, cantos emanam de grandes alto-falantes. Clima de paz, harmonia e felicidade.



Após um longo e confuso dia, tome uma cerveja gelada no All Sports Bar em CP para testemunhar o Paquistão tornando-se campeão mundial de críquete, esporte nacional da Índia.

1 comment:

  1. Amei! Coloquei no meu blog! Beijaoo

    ReplyDelete